domingo, janeiro 29

a Neve


(diz o povo)
Ano de neves, ano de bens.
-
Batem leve, levemente
Como quem chama por mim.
Será chuva? Será gente?
Gente não é certamente
E a chuva não bate assim.


(Balada da Neve, Augusto Gil)

7 Comentários:

Anonymous cristina disse...

Oh a neve em Sintra e Lisboa...que espectaculo!Cuidado na escorregadela!!!
BJ

29/01/06, 21:09  
Anonymous Bicho disse...

Cristina,
nevou bastante e ficou linda a Serra de Sintra.
Coisa que ninguém se lembra de algumas vez ter visto.

29/01/06, 21:41  
Anonymous Quim disse...

Tombe la neige
Tu ne viendras pas ce soir ... cet odieux silence, blanche solitude.
Linda esta neve, que já cai nos nossos cabelos.
Quim

29/01/06, 23:37  
Anonymous Spuk disse...

Quim

As neves que cai nos nossos cabelos, são as neves dos anos vivido.
E tudo indica, BEM vividos
Spuk

30/01/06, 02:03  
Anonymous Quim disse...

Spuk

Tudo tem um tempo. Até a neve. Até os nossos cabelos.
É um ciclo da vida. Há que saboreá-lo

30/01/06, 09:16  
Anonymous spuk disse...

Sim Quim, concordo com você.
Cada coisa em sua hora, e se saboreada na hora certa é infinitivamente bom.
Spuk

30/01/06, 12:10  
Anonymous Anónimo disse...

E como nevou no sábado ali para os lados de Benfica..........aquilo é que foi um banho de espuma......

Seve

31/01/06, 22:23  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial