sexta-feira, janeiro 13

Torneio Final


Este pessoal - desocupados, reformados, desempregados, pensionistas - junta-se aos molhos, no Cartódromo (das Cartas) do Jardim Central da Amadora para participar nos encontros finais do campeonato de Sueca.
Para a grande maioria destes rapazes da minha idade, estes serão certamente os mais emocionantes encontros de final de outros campeonatos que são as suas (tristes) vidas.

4 Comentários:

Blogger O Bicho disse...

Agora mesmo ouvi o Isaltino na TV e pensei:
- antigamente estas coisas não vinham ao de cima, ninguém sabia nem podia comentar nada.
- agora fala-se abertamente, sabe-se tudo, há muita clarificação (em vez de esclarecimento).
- antigamente os Isaltinos eram "aconselhados" a ir pregar para outras freguesias.
- agora, apesar de tudo, continuam livre e impunemente (queria dizer sacrificadamente) a trabalhar em defesa dos interesses autárquicos.

13/01/06, 15:42  
Anonymous Anónimo disse...

Estás a acertar na "mouche".
É isso mesmo, estas leis são alteradas, mas depois parece que tudo fica pior. Os pobres dos velhotes ainda vão alimentando mais alguns dias de vida com a jogatana das cartas e do dominó.
É como se fossem para o trabalho e quando assim é, o espírito está mais liberto e não pensam nas sequelas que a vida deixou.
Benditas cartas que prolongam o anoitecer da existência.
Quim

13/01/06, 19:06  
Anonymous Anónimo disse...

Que tenham os dois muita saúde, para blogarem durante muitos anos e também fazerem umas jogatanas de cartas e dominó pelo meio.Aqui já está a chuver, lá vai o Gigi ter que passar o fim de semana triste sem as ondas,pode para distrair fazer umas arrumações e com falta de melhor arranjar umas ondas de cabelo para acariciar,sempre é melhor que nada.B da Maria

13/01/06, 21:02  
Blogger O Bicho disse...

E vou dizer - ainda mais - mal.

Com o 25 de Abril acho que passou a ser proibido jogar às cartas ou ao dominó nas Tabernas. Talvez a ideia fosse boa, reduzir o tempo que o pessoal passava nas tascas e nos copos, mas o resultado foi duplamente mau.

Agora joga-se no meio da rua - belo exêmplo para a juventude, não haja dúvida!
As tascas deixaram de ser ponto de encontro - praticamente não se vende a bebida que "Dava de comer a um milhão de Portugueses", no tempo da outra senhora.
Agora vende-se mais wyskie - os sacanas nossos velhos amigos e aliados do Reino Unido agradecem duplamente a nossa burrice.

Eles preferem o Vinho do Porto e não precisam de o importar, pois são proprietários da maioria das quintas do Douro Vinhateiro.
Nós importamos os wyskies deles. Alguns, mais caros, até são estagiados dentro de antigos Barris de Vinho do Porto (Port Wood Wyskie).

13/01/06, 23:58  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial