quarta-feira, janeiro 24

Postal do Tejo 10


Lareiras acesas na Torre de Belém.

Passei por aqui e estava um griso tão grande que só consegui andar uns 10 minutos de bicicleta.
Mesmo com luvas e tudo, não deu p'ra mais; arrumei a maquineta e fui morfar uns Pastéis de Belém, quentinhos.
Porra? Estou velhote. Ali à beira-rio a temperatura do ar rondava os 5 graus; bem acima de zero!

E lembrar-me eu que, há 18 anos, passei uns quantos dias a calcorrear as avenidas de Paris, (em passo acelerado) atrás do Quim com o mercúrio nos termómetros a marcar os -11 graus.

Verdade, palmilhei pela primeiríssima vez os Champs Elisées com temperaturas que chegaram aos 13 graus negativos. Inacreditável, o ar da rua, 11, 12, 13 graus abaixo de zero e a neve nos passeios, 11, 12, 13 cms acima do tornozelo!

Ah, mas é preciso explicar que: primeiro, não levei para lá a bicicleta e segundo, nesse tempo, ainda fumava um macito de cigarros por dia - lá em Paris era "Gauloises Légeres" - só assim se explica eu ter resistido a tão grande(*) provação.


(*) Apesar das dificuldades, "merci mon ami Alain Joaquim", tu sabes que, se tivesse oportunidade, bem que eu gostava de repetir a proeza!


Etiquetas:

17 Comentários:

Anonymous Anónimo disse...

Oh! Bicho!

pra te matar de inveja, e fazer com que times mais comprimidos, queria dizer que só agora cheguei, realmente estava a curtir o sol maravilhoso e as aguas quentes das praias de Porto de Galinhas; Pipa; Genipabú e outros do nordeste do Brasil.

Frio aqui? não sabemos o que é isso
Voces não sabem o que estao perdendo em não conhecerem as praias do nordeste brasileiro.

Mas, como só agora que li, o que postaram na 5ª feira, repeto aqui o meu protesto!

Eu leio todos os dis o blog de vocês, mas nem sempre posto um comentariao,pois são assuntos muito tipicos de vocês.

Mas estou sempre lendo.

Spuk

24/01/07, 09:58  
Blogger O Bicho disse...

Compreendo...
Oh, como eu compreendo isso.
Ah, quente, quentinha, essa água do mar.
Se os meus filhos, não tivessem que ir à escola, se eles podessem ficar cá sozinhos, as minhas férias de Verão passavam a ser sempre em Janeiro - aí, em terras de Vera Cruz.

24/01/07, 10:17  
Anonymous Anónimo disse...

pois ... td mt bem ...
deixo apenas um reparo , o nosso amigo como n toma os comprimidos , esqueceu-se de dizer q naquela linda manhã , morfou um delicioso bacalhau c natas atrás do mosteiro dos jeronimos !!!
por este motivo ele apenas andou 10 minutos de bike ... estava cansadito ...

recebam tds saudações afectuosas da pseudo vossa

castidade maria d´assunção

24/01/07, 10:24  
Anonymous Quim disse...

Eu acho que já contei, mas reconto.
Há muitas, muitas manhãs, encontrei o Bicho/Gigi, na altura ainda Luis, acabado de despertar duma noitada errante, como era habitual à época, e após alguma troca de mimos entre safados galdérios, convidei-o a sair do seu marasmo diário e acompanhar-me numa ida a Paris que eu iria fazer uma hora depois.
Esbocejando ainda o espanto da noite mal/bem dormida, anuiu, mas teriamos de passar primeiro pela sapataria "O Guimarães", já que esta tinha um calçado mais apropriado para a neve e mais "quentinho".
Posto isto, aí vamos nós, qual apaixonados em lua de mel, sentindo já o perfume dos pecaminosos néons do Pigale.
Escusado será dizer que acabámos por chegar tarde ao aeroporto e foi em última instância que apanhámos avião já quase a rolar na pista.
Foi o baptismo de vôo do meu amigo Gigi.
Devidamente instalados em 1ª classe, pois os atrasos às vezes têm destas vantagens, toca de degustar um saboroso caviar e regar as cordas vocais com Moêt e Chandon.
Chegados a Orly, um manto de neve esperava-nos. Tinha começado o calvário do Bicho mais friorento que já conheci.
As botitas "do Guimarães" eram literalmete engolidas pela candura das neves parisienses. Não fossem as largas passadas que eu o obrigava a dar e ainda estariamos num qualquer recanto do aeroporto onde fumegasse algum líquido encorajante.
Foram só três dias a calcorrear a cidade, ora abençoando os Deuses pelo espectáculo da neve ora amaldiçoando-os pelo frio reinante.
Para terminar a já longa "estória" estou ainda a ver o Gigi à noite, a dormir, completamente vestido e de gorro enterrado na cabeça até ao pescoço, enquanro eu me psseava em vale de lençois usufruindo o calor "duma chambre de hotel" onde o ar condicionado marcava 25º positivos.
Meu querido amigo Gigi, apesar de já termo corrido meia Europa juntos, havemos de recriar esta cena, sem corpo de gelo e com a alma a ferver de emoção.
Podemos pensar nisso, pois estamos quase a fazer as bodas de ouro dos nossos ... cinquenta anos de amigos.
A "estória" foi longa, porque a saudade é muita.

24/01/07, 10:27  
Blogger O Bicho disse...

E para além das botinhas do "Calçado Guimarães", o que me salvou, foram:
as "colants" (ceroulas) bem quentinhas, as mesmas que ainda uso para andar na neve na serra.

24/01/07, 11:49  
Anonymous Anónimo disse...

lol um bicharoco em ceroulas !!!!
ahahahahahahahahahaha ...
és mt frio rapaz :)

castidade maria d´assunção

24/01/07, 12:48  
Anonymous Anónimo disse...

É o Bicho, é o Bicho, vou tchi devorá, corcodgilo eu sou!
Eh, eh...
Bruno

24/01/07, 13:58  
Anonymous Anónimo disse...

Corcodjilo. Deve ser isto! Porra já não sei escrever... emigra sofre!
A propósito quem é esta Castidade?
B.

24/01/07, 14:03  
Anonymous Anónimo disse...

a castidade sou eu meu kerido .
senhora séria e de idade avançada :)

baci p tds

castidade maria d´assunção

24/01/07, 15:49  
Anonymous Anónimo disse...

Uma granda maluca! :-D

24/01/07, 16:59  
Anonymous Anónimo disse...

E deves estar reformada! Desempregada ou tens um daqueles empregos que passam a vida na net, nos intervalos das idas ao café!
Eu arriscava que és um gajo, pela prosa.
Recomendações à Exmª Srª do puto é giro
Tony Raminhos

24/01/07, 17:20  
Anonymous Anónimo disse...

xiiiiiiiiiiiiiiii ...
sou gaja lindos !
estou no activo e activa :)
moro em xabregas c o sr padre ...
sou catequista e faço levitações nas horas vagas ...
estou aqui, p animar as vossas cabeçinhas !!!

atenciosamente ,
castidade maria d´assunção :)

bjnhs aos meus gajos .

24/01/07, 19:30  
Blogger O Bicho disse...

ui, ui, cuidado com ela...
"fazer levantar as nossas cabecinhas só com orações" e com uma ajudinha do sr. padre cura, que decerto é homem de sabedura, êu nunca tal havera visto!?

24/01/07, 19:37  
Anonymous Anónimo disse...

Esta Maria entrou para animar o pessoal,andavam todos de cabeças murchas,e é como o bicho disse cuidado com ela.Tenho quase a certeza que sei quem é,as Marias normalmente são todas assim,umas com mais lata e outras com menos,mas, quando a corda salta é de morte.Chau Maria Assunção,vamos virar o blog de pernas para o ar, o meu nome é simplesmente Maria

24/01/07, 20:17  
Anonymous Anónimo disse...

olá maria ...
tb és catequista ? ou pertences á irmandade da janela aberta ?
temos k combinar uma ida á pesca :)
bjk e até já ...

castidade maria d´assunção :)

24/01/07, 21:23  
Anonymous Quim disse...

Claro que se percebe logo que a Castidade é um Casto.
Se calhar até pode estar muito perto, ou talvez não.
E não se trata de alguém
de provecta idade. Será um puto, quarentão talvez!

25/01/07, 00:05  
Anonymous Anónimo disse...

quimzinho lindo n acertas uma !
n sou puto , sou gajaaaaaaaaaa e tb n sou quarentona :)
SURPRISE !!!!
ahahahahahahahahahaha ...
tomem os comprimidos , durmam bem q eu já volto !

castidade maria d´assunção

25/01/07, 00:21  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial