terça-feira, janeiro 16

os GRANDES (3)



Hoje vou tomar TRÊS COMPRIMIDOS em vez de DOIS.
Pensando melhor, devia tomar QUATRO ou talvez SEIS..!
Só para ter maneira de NÃO VER, NÃO OUVIR, NEM sequer PENSAR, que o Canal Um da RTP está a transmitir de novo aquele tal programa.
A ideia, o conceito, nem era mau de todo, mas... não há cú que aguente, as badalhoquices que os donos da Nossa Televisão Pública resolveram impingir ao povinho - grande mixórdia,

    1. um certo Dono dos Apitos, grandecíssimo Poeta do Norte - ele está para o Porto, como o Pessoa para Lisboa;
    2. uma determinada Dama, excelsa Dramaturga de Alterna - autora da Tragicomédia mais lida do ano 2006;
    3. outra agradecida Dona, readmitida Apresentadora Substituta - especializada em cambalhotas, políticas;
    4. outro velho Economista Socialista, Dez vezes Super-reformado - um óptimo gestor do dinheiro dos outros;

Uma autêntica PALHAÇADA, financiada totalmente com o dinheirito dos contribuintes, directamente pelo néscios voluntários que mandam SMS e indirectamente pelos declarantes compulsivos do IRS.

Se a gente podesse, até dava vontade de GRITAR, para eles ouvirem:

"QUE ASCO, ASQUEROSOS; QUE NOJO, NOJENTOS; GRANDES SACANAS FILHOS DA OUTRA!!!"

Mas isso não se pode dizer aqui em público, pois arriscamo-nos a que nos fechem o Blog.

5 Comentários:

Blogger Rui Salvador disse...

Estou de acordo caro Luís. É o toque de midas, mas ao contrário. No início também gostei da ideia, mas com odesenrolar da acção acabei por me desinteressar e também não votei. É a elite decisória que temos.
Parafraseando o nosso amigo XL: "Viva a Raínha da Dinamarca".

17/01/07, 00:07  
Blogger Rui Salvador disse...

Já agora, o fundo do "Template" está óptimo!

17/01/07, 00:08  
Anonymous Quim disse...

As "televisões" habituaram-se a mamar milhões com as chamadas de valor acrescentado.
Vai daí, toca a engendrar esquemas para que o Zé Povinho, meio adormecido pelos programas de faca e alguidar, vá nessas cantigas.
Criaram-se novas formas de roubo. TV Cabo, bancos, seguradoras e tantas outras, criaram agora linhas de atendimento, também elas de valor acrescentado. Para a TV Cabo, nem sequer há alternativa. Não é possivel ligar para outro número que não seja o 707...
E já agora, a nossa RTP, bem podia ter um pingo de vergonha e readmitir o nosso Gigi, qual injustiçado por incompetentes transitórios.
É fartar, vilanagem!

17/01/07, 09:27  
Anonymous O Porãodanau disse...

NÃO HÁ NINGUÉM que pergunte aos responsáveis (o Governo e o Conselho de Administração) da RTP - Radio e Televisão de Portugal,
- PORQUÊ?
- Porque é que a Dra. Elisa deixou a RTP, a primeira vez, recebendo uma bem calculada indemnização;
- Porque é que foi readmitida, tempos depois, como empregada efectiva, como se nunca tivesse saído, isto é, mantendo os anos de casa;
- Porque é que, algum tempo depois, a piquena, deixou novamente empresa, recebendo uma nova e bem calculada indemnização;
- Porque é que agora a foram rebuscar, para apresentadora de um programa, onde está a receber para cima de um BALÚRDIO de "cachets"? Há gajas muita boas... não há?
- Depois desta série de programas, será que vai ser re-readmitida como empregada efectiva?
- Quanto tempo irá depois decorrer até que a Sra. precise novamente de sair para receber uma nova indemnização?
- Dizem, as más línguas, até quando o Grande Poeta do Porto, deixar de pagar as contas da mercearia lá de casa da piquena e as dívidas se começarem a acumular!!!

17/01/07, 10:35  
Anonymous o.r. disse...

ABAIXO A R.T.P.
VIVA O PESSOAL DA PORCALHOTA.
DASSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSE

17/01/07, 22:37  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial