sexta-feira, setembro 4

Fim de Semana 196


Aqui e agora, não consigo ter mais do que, apenas e só, uma ideia:

DESCANSAR..
.. apreciar o fim de tarde, as cores, a vista, o sossego, o cheiro do campo... lá em baixo, ao longe, o Bombarral.
De onde veio o nome desta vila?
Qual será a etimologia da palavra?
Vou tomar nota para não me esquecer... amanhã, ou depois, hei-de pensar no assunto.

Hoje não sei, não quero saber de mais nada, só sei que começa aqui o
BOM FIM DE SEMANA!

Etiquetas:

7 Comentários:

Blogger Corvo disse...

Bicho, como tens passado?

Também não sabia a origem do nome, mas a tua questão despertou-me a curiosidade, e fui ver:
No séc. XIII, chamava-se Monbarral. É possível que esse nome viesse de Monte (Mons) do Barral - ou o nome do dono da terra, ou um lugar onde havia bom barro.

Mais detalhadamente, pode ver-se esta explicação em:

http://www.paroquia-bombarral.org/public/pages/historia.htm

Um abraço do Vasco, e bom fim de semana 196!

05/09/09, 00:13  
Blogger Maria disse...

Bicho:
Ainda a outra diz que não há coincidências!
Ia à procura da origem da palavra. Mas o Corvo de asa mais ligeira, adiantou-se.
Beijinhos

05/09/09, 10:17  
Anonymous Anónimo disse...

Público - hoje

Melhor esplanada de Lisboa com os dias contados, segue-se "restaurante de qualidade"
Por Ana Henriques
Bar no topo do mercado de Chão de Loureiro reúne muitos elogios desde que abriu graças a vista deslumbrante

Aquela que é considerada por muita gente como a melhor esplanada de Lisboa tem os dias contados: a câmara quer substituí-la por "um restaurante de muita qualidade".

No topo de um mercado desactivado situado na Calçada do Marquês de Tancos, nas proximidades da Rua da Madalena e da Baixa, O Terraço tem uma das melhores vistas de Lisboa. O casario e o Tejo estendem-se aos seus pés, para deleite de todos quantos visitam o local. O ambiente descontraído, com puffs, sofás e espreguiçadeiras, fazem o resto.

Na imprensa e na blogosfera os elogios sucedem-se desde que o bar abriu, no Verão de 2007: "Uma paisagem que até corta a respiração"; "Parece um crime o local não ter sido sempre assim"; "Neste espaço namora-se a cidade em todo o seu esplendor". A clientela é variada: muitos turistas, nacionais e estrangeiros, e diferentes tribos urbanas esparramam-se por aqui a partir do final da tarde para beber um copo ou comer qualquer coisa ligeira. Um dos quatro sócios do espaço, Tomás Colares Pereira, explica que quando se instalaram no topo do mercado já sabiam que se tratava de uma estadia precária.

Mas as obras para reconverter o edifício num silo automóvel e para nele instalar um elevador para facilitar o acesso ao Castelo de S. Jorge foram tardando, e O Terraço foi ganhando fama. Embora ainda não tenha data de arranque, este poderá ser o último Verão do bar. "Haverá 204 lugares de estacionamento, um supermercado no rés-do-chão e, no topo, um restaurante de muita qualidade", explica um dos administradores da Empresa Municipal de Estacionamento de Lisboa, Rogério Pacheco.

Os sócios do espaço poderão candidatar-se à sua exploração, dependendo das condições. Outra sócia, Camille Ferron, entende que um restaurante de luxo acabará com o "uso democrático" do espaço, agora aberto a todos. "Contamos com a mobilização dos clientes", diz, em jeito de pedido.
FR

05/09/09, 11:41  
Blogger Cristina disse...

Bom fim de semana para toda a familia.Grande abraço e ate ano proximo...se deus queser!!!!!!!!!

05/09/09, 15:40  
Blogger O Bicho disse...

Já esperava, mais dia, menos dia, ver desaparecer a minha esplanada preferida, das belas tardes de verão, no coração de Alfama e Costa do Castelo.

05/09/09, 19:08  
Blogger O Bicho disse...

Obrigado, amigo Vasco (O Corvo) de Lisboa.

05/09/09, 19:09  
Blogger O Bicho disse...

Merci, Cristina.
Boa viagem de regresso a Bruxelas.
Um grande abraço para Jacques.

05/09/09, 19:11  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial