segunda-feira, março 8

Grande Coisa

Menir da Meada

(clik parAMPLIAR) o maior dos monumentos megalíticos do género, existente na Península Ibérica. Um outro que eu conheço, que mais se aproxima, em dimensões, é o de Penedono.

Reza a lenda (não a história, que naqueles tempos pré-históricos ainda não tinha sido inventada) que a curiosa forma fálica destes monolitos, estava relacionada com rituais de fertilidade, os quais, parece que fizeram moda durante o período Neolítico, época a que se atribui a sua construção, ou talvez melhor dizendo, erecção.
O que impressiona neste coiso de (pau-)feito de granito, pedra abundante no Nordeste Alentejano, são as medidas:

7,52 m de comprimento - grande comó cara...!
1,25 m de diâmetro na base (3,90 m de perímetro) - grosso comó cara...!
16 toneladas de peso - pesado comó cara...ças!

5 Comentários:

Anonymous Anónimo disse...

Parece que, este cantinho da Europa, sempre foi cóio de tarados sexuais.
Turista

08/03/10, 15:40  
Anonymous Anónimo disse...

Grandes "raves" faziam os "manos alentejanos" em redor destes pedregulhos, há 10 mil anos.
TS

08/03/10, 15:41  
Blogger Laura disse...

Atã as garinas Alentejanas devem ter engravidado todas sem ter homi, balha-nos!
Abraço, laura

08/03/10, 17:58  
Blogger Maria disse...

Fiquei banzada com as dimenções do menir. É realmente um menir do caraças.
Beijinho
Maria

09/03/10, 10:17  
Anonymous Anónimo disse...

Só falta o Obelix... :)

Pantas

10/03/10, 10:23  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial