segunda-feira, dezembro 5

Lisboa - Sintra

Excursão

O meu Tio-avô, Horácio Leão Barbosa (HLB) reservou os lugares 4, 6, 7 e 8, no "Auto-carro" Nº 28-50-MA para uma excursão a Sintra em 14 de Setembro de 1941.
E a minha Tia-avó guardou este papelinho que eu encontrei (dentro do que foi o seu livro de instrução primária) passados que são 66 anos.
Isto vem a propósito do amigo que comentou, lembrar-se da Empresa de Viação Sintra-Atlântico.
Lembro muito bem, que essas carreiras (azuis) não tinham o ponto de partida no mesmo local que as do Eduardo Jorge (amarelas) que iam para Queluz de Baixo e que era na Av. da Liberdade, ali juntinho ao ex-cinema Condes.

4 Comentários:

Blogger O Bicho disse...

Dentro do mesmo livro (o Manual Encyclopedico para a Instrução Primária de 1892) ainda encontrei pétalas de flores recolhidas pela Tia Mocha, nesse passeio a Sintra, que estão perfeitamente conservadas.

04/12/05, 21:31  
Anonymous Velhote disse...

As coisas antigas eram mesmo diferentes... hoje a gente guarda uma alface (ou uns grelos) no frigorífico e passados 3 dias, estão imprórprios para consumo.

05/12/05, 00:02  
Anonymous Anónimo disse...

Velhote apreciador de Grelo!

05/12/05, 00:02  
Anonymous Anónimo disse...

Na verdade não podes vender a tua garagem, pois com tanta papelada antiga, não saberias onde guardar todo esse material isso deve de ser uma grande Porcalhota,ou a Torre do Tombo de Massamá.Beijinhos da M,J-.................Vamos dormir,vamos dormir Chau

05/12/05, 01:30  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial