terça-feira, fevereiro 7

Sem dono


Poste de Iluminação Pública convertido em Posto de Eliminação Pública.

Há já alguns meses, estão neste estado as ligações eléctricas, mesmo à altura das mãos de uma criança curiosa.

Quem será o dono deste Candeeiro que se encontra assim, no passeio de uma rua de Massamá?
E se acontecer desgraça, quem é tem a culpa? Quem é o dono do poste?

- Se um automobilista mandar para o galheiro um destes postes que têm a mania de se plantar no meio da estrada, lixa o carrinho e ainda tem que pagar um balúrdio para o dono do candeeiro, o Município, mandar colocar um poste novo.
- Se alguém vier a ficar agarrado, esturricado na instalação eléctrica deste poste, eu aposto que nunca se vai chegar a conclusão nenhuma acerca de quem vai pagar a indemnização. Nesse caso o candeeiro não tem dono, é do domínio público.

3 Comentários:

Blogger Rui Salvador disse...

E se alguém for "Eliminado", há-de haver sempre um pedreiro a quem atribuír as culpas, como no caso da criança que morreu electrocutada num semáforo de Lisboa.

07/02/06, 22:41  
Anonymous Bicho disse...

Claro, o problema é dos Pedreiros. São todos Kosovars ou Ucranianos, falam mal o Português e por isso não percebem as ordens dos chefes empreiteiros.

08/02/06, 09:07  
Blogger O Bicho disse...

Passeio da Rua da Milharada, quase por baixo do Viaduto da Avenida.

10/02/06, 11:35  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial