quinta-feira, dezembro 11

Um dia depois


Um dia depois de mim, mas quarenta anos antes, nasceu um homem que disse um dia:

«Quando era menino meu pai levava-me a ver as imagens moventes.
Cresci ao lado do cinema que parecia crescer comigo e que, com efeito, crescia dentro de mim, e assim me tornei um dos vossos.
Navegamos na mesma barca em que, cada um de nós, deixe de ser um solitário, amante apaixonado do amor e da vida - amante do cinema.»

UM SÉCULO depois, "o homem do cinema português" continua activo - perseguindo a sua paixão pelo cinema e mostrando ao mundo o seu amor pela vida.

2 Comentários:

Blogger carla mar disse...

100! são muitos anos.
fez-nos o favor de passar histórias para a história. muitas fitas. curtas e longas. a preto e branco... e a cores. convocou... grandes actores e grandes actrizes. e alguns menos bons e pequeninos!
este senhor tem coisas fantásticas, outras divertidas... e outras, ainda, chatas como a potaça. acontece a todos, eu acho ;)
uma vida. bem vivida. com muita fita.
eu gosto. e gosto (muito!)de... Aniki-Bóbó :)

Beijo meu

11/12/08, 17:40  
Anonymous Anónimo disse...

Admiro o realizador e o homem. Como a Carla não gosto de algumas coisa que fez, mas outras são fabulosas.
Como homem admiro a força de vontade, a humildade, a alegria de viver, a tenacidade... Sei lá mais o quê. Que é um dos homens que mais admiro, isso não tenho dúvidas.
Maria

11/12/08, 19:54  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial