segunda-feira, janeiro 12

O Encontro 2009 (3)


Um instante que precedeu a tradicional sessão de fado vadio, do Encontro - os momentos artísticos, na nossa tarde de Sábado.

Na imagem, os dois "manos" naturais de Alfama, aguardam ansiosamente o fim da conversa telefónica do Quim, para dar início à actuação - até parecia que o Quim estava a negociar com o produtor o valor do "cachet" dos artistas.

A pás nas tantas, quer dizer, a páginas tantas, o "mano" da esquerda (não sei se o mais novo, ou o mais velho), o que canta bem o fado, teve um dos melhores momentos do dia:

- Ó Quim, desliga lá, não estou preocupado com o pagamento. O meu "cachet" é o vosso silêncio!

3 Comentários:

Blogger Kim disse...

E eu desliguei.
Depois embrenhei-me nos cantares do meu contentamento, às vezes repetidos,

12/01/09, 20:59  
Blogger BLOGADOR disse...

É uma dupla também extraordinária. Se eles não levarem a mal chamar-lhes-ia os manos Dupont e Dupont. É que estão sempre em sintonia. Um tem 61 e outro 60 anos, continuam a tratar-se por "mano" e nunca divergem nas opiniões. Fazem uma óptima companhia.

12/01/09, 21:12  
Anonymous Anónimo disse...

ESQUINA DE RUA
João fezas Vital / Joaquim Campos
Fado Tango


Tinhas o corpo cansado
E a cidade era tão fria
Ninguém dormia a teu lado
Ninguém sabia que amado
O teu corpo se acendia

Andavas devagarinho
Pelas ruas de Lisboa
Em busca de algum carinho
Que te fosse pão e vinho
E te desse boa noite

Eras triste se sorrias
E mais nova se choravas
As palavras que dizias
Tinham dores e alegrias
E só ternura deixavas

Por ti não houve ninguém
Para quem te desses, nua
Podias ter sido mãe
Podias ter sido mãe
Mas foste esquina de rua

12/01/09, 21:12  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial