sábado, janeiro 14

Outros Artistas 11

Tonicha em 1966

Menina cheirando a feno
casado com hortelã.
---
Menina de olhar sereno
raiando pela manhã
no seio duro e pequeno
num coletinho de lã.
---
Menina da saia aos folhos
quem te vê fica lavado
água da sede dos olhos
pão que não foi amassado.

Menina do riso aos molhos
minha seiva de pinheiro
menina da saia aos folhos
alfazema sem canteiro.

Menina de corpo inteiro
com tranças de madrugada
que se levanta primeiro
do que a terra alvoraçada.

Menina de fato novo
ave-maria da terra
rosa brava rosa povo
brisa do alto da serra.

(Ary dos Santos, 1972)

Etiquetas:

7 Comentários:

Anonymous Anónimo disse...

Belo poema este dum grande poeta, publicitário de ofício, e grande, grande declamador, como só talvez João Villaret se lhe comparasse!

Severino

13/01/06, 23:56  
Anonymous Anónimo disse...

Ainda a propósito deste grande poeta e declamador...ainda se lembram daquela:

S.A.R.L. S.A.R.L. S.A.R.L.
a pança do patrão não lhe cabe na pele, a mulher do gerente não lhe cabe na cama
S.A.R.L. S.A.R.L. S.A.R.L.
o cabedal estoira e o capital derrama...

Seve

14/01/06, 00:14  
Anonymous lumagoma disse...

Seve, essa estava no fundo da memória - lembro-me muito bem agora que ouvi várias vezes o Ary (ao vivo, em pessoa) dizer esta poesia depois do 25 de Abril.
Nalgumas festas no antigo Pavilhão dos Desportos no Parque Eduardo VII.
Mas a recordação mais viva que tenho é de uma noite numa roda de amigos, em torno de uma mesa no pequeno João Sebastiao Bar.
Hei-de falar neste Bar.

14/01/06, 12:57  
Anonymous Anónimo disse...

Grnade poeta e declamador, bem à medida que eu gosto.
Quim

14/01/06, 18:51  
Anonymous Gigi disse...

Esta foi a melhor do Festival RTP da Canção em 1972 - e eu estava lá.

14/01/06, 19:27  
Anonymous Pantas disse...

Bonita, esta Tonicha.

15/01/06, 13:34  
Anonymous Anónimo disse...

O SARL ouvi-o pela primeira vez em 69 na campanha eleitoral da CDE, mais tarde MDP-CDE. Foi num velho barracão da Amadora. A SFRAA não deixou que a sessão se realizasse lá. Eu estava na tropa e fui, com o Xico Luis, a essa sessão de esclarecimento. Lá estava o Ary e a grande Poesia contestatária!
Quanto à Tonicha continua bonita. É minha visinha em Cascais e tomamos café quase todos os dias. Voltou a gravar e ja anda a fazer espectaculos. Está em forma.
jota_cê

16/01/06, 17:18  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial