sexta-feira, março 30

Amaro e o Cristo


(Basílica dos Mártires - Lisboa)
Ontem ao almoço, a conversa corria por entre sardinhas assadas, choquinhos sem tinta (e o resto), às tantas:

O Quim, fez um comentário (não me lembro o quê) que trouxe para a mesa o Júlio Amaro.
Curiosamente o Marcelo, disse - "tem piada, eu também estava a pensar no Amaro!"
Eu não disse nada na altura, mas, coisa de 5 segundos antes de eles terem falado, acreditem que o amigo Amaro, tinha passado pelo meu pensamento, não sei porquê?

Fiquei a magicar e não encontrei relação com coisa nenhuma, que justificasse a recordação que, naquele momento, aflorou ao meu consciente!!!
Depois, no meu passeio da tarde pela Baixa, deparei com este Cristo em tamanho natural, que imediatamente me fez recordar o famigerado Cristo a óleo do Amaro.

2 Comentários:

Blogger carla mar disse...

... msm n estando cá, ELE continuará sempre c VÇS :)

30/03/07, 13:52  
Anonymous Kim disse...

A certa altura do almoço, estando eu a olhar para o vazio, o Marcelo perguntou-me o que estava eu a pensar: - estava a pensar no Amaro, respondi. Também eu, diz o Marcelo.
Também tu Gigi?
Nós os três e ele, formámos a "quadratura do círculo" .
Vai estar mais vezes entre nós.

30/03/07, 22:41  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial