sexta-feira, janeiro 23

Fim de Semana 164


Por acaso, o tempo está de feição para saborear os bons cozinhados tradicionais portugueses.
Como já nãso se consegue encontrar por aí huma "Tasca" que prepare e sirva o belo do Coelho Guizado à moda da Porcalhota, então vamos ficar por aqui a pensar na tachada de "Rancho" que vai aquecer o estômago neste
BOM FIM DE SEMANA!.

Etiquetas:

2 Comentários:

Blogger carla mar disse...

BEIJO :)

24/01/09, 16:36  
Anonymous Anónimo disse...

Bicho:
Depois de buscas exaustivas, descobri num livro de culinária tradicional este pedaço de história e a receita do "Coelho Guizado à moda da Porcalhota". Delicia-te e se quizeres experimenta:

"A vila da Porcalhota, hoje integrada na Amadora,era, no século XIX, em que não existia combóio, paragem quase obrigatória nas então longas jornadas para quem ia de Lisboa a Sintra. Outros deslocavam-se expressamente até lá com o propósito de saborear o o coelho manso guizado à maneira da Porcalhota, que gozava de grande fama, sobretudo o cozinhado na locanda do Pedro da Porcalhota. Em "Os Maias", na célebre ida a Sintra, Eça de Queirós menciona este célebre prato nos seguintes termos: "O maestro desembaraçou-se do seu grnde Cache-nez. Depois, encalmado, despiu o paletó e declarou-se morto de fome. Felizmente estavam chegando à Porcalhota. O seu vivo desejo seria comer o famoso coelho guisado..."
Se queres mais literatura, lê "Os Maias"

Segue a receita:
1 coelho com 1,250 Kg, depois de limpo
1,5 l de vinho branco
2 dl de caldo de carne
4 tomates
1 colher de sobremesa de salsa picada
30 g de banha
3 colheres de sopa de azeite
1 cebola grande
1 dente de alho
Sal e pimenta q.b.

Prepare o coelho, guardando o sangue, corte-o, de preferência desconjuntando os ossos, tanto quanto possivel pelas articulações. Leve ao lume numa caçarola grande, de modo a que os pedaços de coelho não se sobreponham, a banha, o azeite; em fervendo, introduza o coelho e deixe-o fritar por uns 10 a 15 minutos. Reduza o lume, acrescente o vinho, o caldo, a cebola picada miúda, o tomate esmagado, a salsa, sal, pimenta e o sangue do coelho desfeito em 0,5dl de vinho branco. Tape bem a caçarola e deixe cozinhar cerca de uma hora em lume brando.
Rectifique os temperos e sirva quente. Acompanha com arroz ou batata."

In:"Tesouros da Cozinha Tradicional Portuguesa"
Selecções do Reader Digest.
Receitas de Maria Emília Cancella de Abreu e outros.

Vê lá se aprendes e aproveitas para montar um Restaurante: "O Bicho da Porcalhota". Sabes lá se um dia não vens citado num livro dos actuais escritores?... Já agora: lê "Os Maias".
Beijo
Maria dos Alcatruzes

25/01/09, 14:21  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial