quinta-feira, outubro 14

Nos supertubos

Peniche

Ontem fui à Praia dos Supertubos e ela lá estava.

O seu esbelto corpo cor de marfim,
de graciosas curvas e protuberancias sobressaindo
num reduzido bikini às bolinhas amarelas,
com o olhar fixo nas revoltas ondas do mar,
cofiando as sedosas ondas dos seus longos cabelos loiros,
abraça a prancha de surf que segura firme e direita, com a delicada mãozinha.

E eu, esfomeado, diante das promessas anunciadas pela pequena, disse, já comia qualquer coisa. Mas... não tive sorte nenhuma. Levei Sopa!
Pois! Já não havia mais nada, nem caracóis, nem cachorros, nem "hot dog" nem nada, os galifões do Campeonato Mundial de Surf RipPro Portugal, mamaram tudo.
...e então, enchi a mula à boa moda antiga, com uma sopinha de feijão e couves, uma carcaça e um copo de três tinto e lá fui, todo lampeiro, fazer-me ao mar.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial